Bernina Express

O dia tinha começado bem cedo e, para que as forças não nos faltassem durante o resto do passeio, aproveitávamos para descansar e até mesmo dormir um pouco nos percursos mais longos de comboio.  Neste caso, pudemos ir descansando até Chur.

Tempo de descanso.

 

Finalmente, o início da tão esperada rota…
Esta rota permite um passeio confortável e deslumbrante pelas mais belas paisagens dos Alpes e está classificada Património Mundial pela UNESCO.
Um dos nossos propósitos foi, desde o início, incluir este passeio na nossa rota de interrail. Mesmo tendo feito um pequeno desvio para visitar Interlaken, à hora prevista lá estávamos nós, prontos para embarcar neste belo passeio de Chur a Tirano. A beleza é indescritível e não há nada melhor do que ver com os próprios olhos.

O início da viagem.

 

Lago Bianco

 

Lago Bianco

 

Bernina Hospice.

 

Bernina Hospice.

 

Paisagem predominante na maior parte do percurso.

 

Um dos muitos viadutos/pontes do percurso (196 no total).

 

Os comboios circulam em ambas as direcções desde Chur, Davos ou St. Moritz(Suíça) até Tirano(Itália). Para realizar este passeio há duas possibilidades, optar pelas carruagens do Bernina Express(reserva obrigatória) ou em comboio regional(sem reserva). As opiniões dividem-se na hora de realizar a escolha, para uns será mais importante o que o Bernina Express tem para oferecer para outros nem tanto. Por isso, há que fazer a escolha que mais nos convier. E após uma breve pesquisa, escolhemos a segunda opção. Para o que tínhamos em mente era o mais adequado. Não gastámos dinheiro na reserva e pudemos abrir as janelas para filmar e fotografar, o que nas carruagens panorâmicas do Bernina Express não era possível. Tivemos que fazer algumas trocas de comboio mas fez-se tranquilamente e não afectou a dinâmica do passeio. As trocas eram bastante rápidas tendo o tempo de espera variado entre os três e os doze minutos.

Aproximação ao “Brusio Circular Viaduct”.

 

Brusio Circular Viaduct.

 

Brusio Circular Viaduct.

 

Brusio Circular Viaduct.

 

Brusio Circular Viaduct.

 

Terminámos em Tirano, já em terras italianas! Como o nosso objectivo era seguir para Milão, só tivemos que trocar, mais uma vez de comboio.

Estação de Tirano.

 

Comboio de ligação Tirano-Milão Central (Trenord).

Travel Blog and Lifestyle ## A paixão, de um, pela fotografia e de outro pela leitura e escrita fizeram com que nascesse a ideia de partilhar as experiências e locais visitados. ## QUEM SOMOS ## CONTACTOS

error: © All rights reserved